sexta-feira, 27 de novembro de 2009

Campesinato em debate



Mesa Redonda: História Social do Campesinato Brasileiro
debatedores:
Marcelo Leal (Dirigente Nacional do Movimento dos Pequenos Agricultores)
Prof. Paulo Zarth
(Cursos de Graduação e Pós-Graduação em História da UPF)
Prof. Telmo Marcon
(Curso de Pedagogia e Pós-Graduação em Educação da UPF).

quarta-feira, 25 de novembro de 2009

História Social do Campesinato Brasileiro é tema de debate nesta quinta-feira

A História Social do Campesinato Brasileiro será tema de uma mesa redonda entre os debatedores Marcelo Leal (Dirigente Nacional do Movimento dos Pequenos Agricultores), Prof. Paulo Zarth (Cursos de Graduação e Pós-Graduação em História da UPF) e Prof. Telmo Marcon (Curso de Pedagogia e Pós-Graduação em Educação da UPF).

As atividades, que também envolvem o lançamento da obra Formas de Resistência Camponesa: Concepções de Justiça e Resistência na Repúblicas do Passado (1930-1960), organizado pelos professores Paulo Zarth e Mácia Motta.
A mesa redonda e o lançamento de livro acontecerão nesta quinta-feira, 26 de novembro, no Auditório do Centro Tecnológico (prédio B3), a partir das 19:30 horas.

Participe!!

terça-feira, 24 de novembro de 2009

Arquivo Histórico Regional

Textos produzidos com o material conservado pelo Arquivo Histórico Regional podem ser acessados diretamente no site do AHR (clique na imagem).
A produção de conhecimento por meio dos acervos pertencentes ao AHR evidencia a proficuidade do material a ser analisado bem como as inúmeras possibilidades temáticas que o acervo pode oferecer a pesquisadores e à comunidade em geral.

Confira os textos, conheça o Arquivo, contribua com a preservação da memória regional!

Professor da UPF palestra no Seminário Missões 400 anos: história e memória

O historiador e professor do Programa de Pós-Graduação em História da Universidade de Passo Fundo (UPF) Tau Golin é o convidado para uma das atividades do Seminário Missões 400 anos: história e memória, que acontece nos próximos dias 07, 08 e 09 de dezembro, em Porto Alegre. Guerra Guaranítica é o tema da palestra ministrada pelo pesquisador, no último dia do evento, às 10h45min. Toda a programação acontece no prédio 9 da PUCRS.

Confira a programação completa do seminário (clique na imagem abaixo).
Fonte: Imprensa UPF

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

Seminário Missões 400 Anos: História e Memória



A Superintendência do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional no Rio Grande do Sul tem a honra de convidá-los para participar do Seminário Missões 400 Anos: História e Memória, a realizar-se nos dias 7, 8 e 9 de dezembro no Auditório do Prédio 9 da PUCRS.

sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Exposição Meu Toque, Meu Olhar




Como você vê o mundo? Como você percebe a vida? São questionamentos que o Museu Histórico Regional convida a comunidade à refletir, centrando-se na questão de que por meio de outros sentidos, toques e pontos também podemos ver a vida e o mundo através da Exposição Meu Toque meu olhar, e com essa sensibilidade comemora-se os duzentos anos de nascimento de Louis Braille e dez anos da Associação Passofundense de Cegos (APACE), suas conquistas por direitos sociais, civis e políticos dos deficientes visuais.
A exposição exibe a história da educação dos cegos, tendo como marco inicial Louis Braille e a criação do sistema desenvolvido por ele, através de documentos, livros, máquinas, recursos didáticos, fotografias, reportagens, projeção de documentário.
O Museu Histórico Regional convida a comunidade em geral para visitar a exposição, sendo a entrada gratuita.

Exposição Meu Toque, Meu Olhar - até 30 de dezembro.
Horário de funcionamento: de Terça à Sexta, das 9h às 18h.
Sábado e Domingo das 14h às 18h.
Mais informações: 3316-8587 e www.upf.br/mhr

Seleção PPGH 2010.1 - Inscrições Abertas!


As inscrições para a seleção de mestrado 2010.1 do PPGH estão abertas, para ver o edital e as informações relativas ao processo clique na imagem acima.

Ciclo de Cinema é hoje!



Nesta noite acontecerá a última projeção do semestre do Ciclo de Cinema II: O Cinema revisto pela História. Tendo como tema geral Ditadura e Resistência no Brasil (1964-1985), o ciclo já realizou projeção e discussão das seguintes películas: Pra frente Brasil; O que é isso, companheiro?; Cabra Marcado para morrer e Lamarca. O encerramento será com o documentário Barra 68 UnB (informações na postagem abaixo).

Participe!!!

QUANDO - sexta-feira, 20 de novembro
ONDE - Auditório da Biblioteca
O QUÊ - Ciclo de Cinema II: Documentário Barra 68 Unb: Sem perder a ternura
DEBATEDOR - Prof. Eduardo Svartman

quarta-feira, 18 de novembro de 2009

Nesta sexta tem Ciclo de Cinema! Barra 68 UnB - Sem perder a ternura

título original:Barra 68 - Sem Perder a Ternura
gênero:Documentário
duração:01 hs 20 min
ano de lançamento:2001
estúdio:Folkino Produções Audiovisuais
distribuidora:Riofilme
direção: Vladimir Carvalho
roteiro:
Vladimir Carvalho
produção:Manfredo Caldas
música:Marcus Vinícius e Luiz Marçal
fotografia:André Luiz da Cunha

Invasão militar na UnB, na década de 60, é tema de Barra 68

Barra 68, de Vladimir Carvalho, foi bem recebido pelo público de festivais como o de Recife e Brasília. O documentário retrata a resistência dos alunos à invasão de tropas militares na Universidade de Brasília (UnB), no ano de 1968, quando muitos foram aprisionados no campo de basquete da universidade.
(...) A origem de Barra 68 parte de um depoimento de Darcy Ribeiro quando este revela seu sonho de criar, em Brasília, uma universidade autônoma que fosse o grande centro de pensamento da crítica nacional.
O filme retrata desde o início do projeto até a invasão da universidade pelas forças armadas, que culminou com a demissão de professores, acusados de serem comunistas. O documentário conta todo o processo vivido pela Universidade no final da década de 60, que culminou com a mediocrização da UnB pelo regime militar. Além do regime militar, outro personagem é indicado como um dos destruidores do sonho de Darcy Ribeiro. Ele é José Carlos Azevedo, um militar que dotou a universidade de todas as condições materiais na época em que foi reitor, mas levou a cabo, como missão de vida, a destruição do sonho de Darcy Ribeiro.
(...) Alguns depoimentos são divertidos, outros são emocionantes. Antigos professores, entre eles o crítico e cineasta Jean-Claude Bernardet, avaliam criticamente suas decisões no passado. Entre os grandes destaques do filme está o depoimento de Cacá Diegues. Em 1968, ele rodava em Brasília alguma cenas de Os Herdeiros, com Sérgio Cardoso e o ator francês Jean-Pierre Léaud, dos filmes de François Truffaut. Léaud havia participado, em Paris, das barricadas do célebre maio de 68. Cacá e ele foram convidados para um debate sobre o cinema brasileiro na UnB.
Luciana Rocha - Terra Cinema e DVD


terça-feira, 17 de novembro de 2009

História social do campesinato brasileiro em debate

A história social do campesinato brasileiro será tema de um debate na Universidade de Passo Fundo (UPF) na próxima quinta-feira, 26 de novembro. Para abordar o assunto, estarão presentes o dirigente nacional do Movimento de Pequenos Agricultores Marcelo Leal; o professor do programa de Pós-Graduação em História, Dr. Paulo Zarth; e o professor do programa de Pós-Graduação em Educação, Dr. Telmo Marcon.

Além do debate, acontece na mesma data o lançamento do livro “Coleção História Social do Campesinato Brasileiro – formas de resistência Camponesa: Concepções de Justiça e Resistência nas Repúblicas do Passado (1930 – 1960)” – volume 2. A obra foi organizada pelos professores Márcia Motta e Paulo Zarth.

O debate acontece no Auditório do Centro Tecnológico da UPF, a partir das 19h30min, é gratuito e aberto a todos os interessados.

Cursos de tradição
Tanto o curso de graduação em História quanto o curso de mestrado em História possuem ampla tradição na Universidade de Passo Fundo. A graduação teve início em 1970 e, nessa trajetória, foi constituído um quadro docente altamente qualificado, composto integralmente por mestres e doutores.

Os professores aliam à sua dedicação ao ensino, atividades de pesquisa nas quais agregam alunos na condição de bolsistas de iniciação científica. Ao término da graduação, o estudante também tem a oportunidade de dar seqüência aos estudos e ingressar no Programa de Pós-Graduação em História em nível de mestrado, único curso stricto sensu do interior do Rio Grande do Sul.

Fonte: Imprensa UPF

Venha fazer História!!!

Vídeo com imagens de algumas atividades do Curso de História da UPF realizadas no segundo semestre de 2009.



Edição: Gizele Zanotto
Música: Listen to the Music, interpretada por Black Jackie (Florianópolis)

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

PPGH realiza seminário sobre história regional

Em sua terceira edição evento socializa o conhecimento que vem sendo produzido na área

Foto: Fabiano Hoffmann
Temas variados foram apresentados nas mais de 50 comunicações inscritas no seminário

A história do ponto de vista regional abrange uma série de elementos característicos que não se delimitam geograficamente. Para entender a história regional, o Programa de Pós-Graduação em História (PPGH) da Universidade de Passo Fundo (UPF) realizou entre os dias 12 e 13 de novembro o III Seminário de História Regional, no auditório do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH). Além de mais de 50 comunicações, os participantes contaram com importantes palestras. O evento reuniu trabalhos realizados e pesquisas em desenvolvimento junto aos Programas de Pós-Graduação em História e/ou áreas afins e demais instituições culturais e de ensino com enfoque na história regional.

Para o coordenador do PPGH professor Adelar Heinsfeld, o seminário é a oportunidade de socializar o conhecimento que vem sendo produzido na área pelos alunos. “Muitas vezes o mestrando fica dois anos trabalhando em uma dissertação, defende essa dissertação e ela fica na prateleira da biblioteca pegando poeira. Esse evento é uma forma de tornar público esse material”, considera ele. A apresentação de trabalhos contou com temas variados que abordaram desde questões internacionais até questões locais como as reduções jesuíticas, a modernização agrícola, a brigada militar, a construção da religiosidade popular em um determinado lugar. Estiveram inscritos mais de 50 comunicações de todo o estado.

Os temas das comunicações foram os mais variados possíveis, mas sempre tendo como foco o recorte regional, entendido nas suas mais diversas amplitudes. “Não entendemos regional como uma região delimitada geograficamente, trabalhamos em um conceito ampliado. Um exemplo disso pode ser o tema abordado na palestra da professora Sandra Brancatto, o Brasil e a Argentina no período da segunda Guerra Mundial avaliado pela perspectiva regional, neste caso o regional corresponde a América Platina como um todo. O Mercosul também pode ser entendido como uma grande região”, explica.

Se nas comunicações os temas foram variados, nas palestras eles foram polêmicos. No dia 12, Sandra Brancatto, que foi professora da PUC-RS, abordou a relação entre o Brasil e a Argentina durante a Segunda Guerra Mundial e os efeitos do ponto de vista regional. Para o dia 13, Vitor Necchi, professor do curso de Jornalismo da PUC-RS explicou como a mídia tem contribuído para a invenção da superioridade do gauchismo. “O tema é polêmico e, exatamente por ser polêmico é bom de ser discutido”, enfatiza Heinsfeld.

Segundo Sandra, o período de guerra foi de conflitos contidos entre o Brasil e a Argentina, especialmente porque, à referência maior, que era a segunda guerra, não se juntasse um outro problema que seriam as conexões bilaterais. “Com as conexões externas que aconteceram em função dos conflitos bilaterais houve alianças. A Argentina tinha dificuldades de conviver com a pressão norte americana para que aderisse ao bloco e a dificuldade de fazer isso aumentava na medida em que havia uma aproximação muito grande com a Alemanha”, informa ela.

Sandra considera, ainda, de imensa importância a realização de um seminário que aborde a história sob a perspectiva regional. “O perfil do curso da UPF, uma proposta extremamente inteligente, entende a história regional não como uma história circunscrita às fronteiras do Estado, mas incluindo o que seria o sub-continente”, observa.

Fonte: Imprensa UPF

domingo, 15 de novembro de 2009

Professora da UPF participa de evento internacional no Chile

Na última semana a professora Gizele Zanotto, dos cursos de graduação e pós-graduação em História, participou da XV edição das Jornadas sobre Alternativas Religiosas na América Latina – Religiões, Estado, Culturas Cidadania, evento promovido pela Associação de Cientistas Sociais da Religião do Mercosul (ACSRM), da qual é associada, e que foi realizado em Santiago do Chile. O evento, que reuniu cerca de trezentos pesquisadores das religiões e religiosidades de áreas como ciências sociais, antropologia e história de dez países da América Latina, também foi dedicado a refletir sobre os cem anos do protestantismo no Chile, integrando, desta forma, as discussões sobre o fenômeno religioso no país e as perspectivas futuras de alterações legislativas em andamento no legislativo chileno.
Com a apresentação do trabalho intitulado Articulações entre o político e o religioso: Um estudo de caso da TFP (1960-1995), Gizele Zanotto discutiu as aproximações possíveis entre os campos religioso e político na perspectiva doutrinária e na atuação político-cultural da Sociedade Brasileira de Defesa da Tradição, Família e Propriedade (TFP). A comunicação integrou o grupo temático denominado Estado, campo político e pluralismo religioso, coordenado pelos professores Deis Siqueira (Brasil - UnB), Arturo Chacón (Chile), Carlos Garma (México) e Aldo Almeigeiras (Argentina).

Curso de História discute Patrimônio Histórico em Nova Prata

No dia 13 de novembro, na última sexta-feira, o Curso de História desenvolveu oficina referente ao Patrimônio Histórico e o ensino de História Local e Regional no Instituto Estadual Tiradentes, no Município de Nova Prata, para os alunos do Curso Normal.
Na oportunidade, debateram-se os conceitos de memória, história, identidade, patrimônio histórico e cultural pelos professores do Curso de História, Ironita Policarpo Machado e Alessandro Batistella, ambos deram ênfase, com base nos referenciais do próprio Município de Nova Prata, à abordagem da toponímia como potencialidade pedagógico-didática e como possibilidade de constituir de forma eficaz ao estudo da História local e de relacioná-la com a História nacional, bem como aos diferentes significados de patrimônio, patrimônio histórico, monumento e monumento histórico.

Seminário “Problematizando a República: 120 anos de experiências"

"São 120 anos de República em nosso país. Oportunidade para refletirmos sobre o que efetivamente foi conquistado com a implantação de um regime republicano em 1889 e ao longo de todos esses anos. E, sobretudo, de ampliarmos nossa compreensão sobre a prática da cidadania e sobre as limitações da nossa experiência republicana".

O evento, que contará também com a participação da professora Ana Luiza Setti Reckziegel (UPF), acontece nesta semana, no campus da UNISINOS, em São Leopoldo. Confira a programação abaixo.


sábado, 14 de novembro de 2009

Exposição sobre São Miguel Arcanjo na mídia


Reportagem sobre a exposição Sítio Arqueológico São Miguel Arcanjo, exibido no Canal de Notícias.

Para assistir a reportagem clique na imagem acima.

terça-feira, 10 de novembro de 2009

Confira as Comunicações do III SRH






A lista com o horário das comunicações do III Seminário Regional de História, que inicia na quinta-feira, foi divulgada ontem. Confira as informações sobre os trabalhos clicando na imagem acima.

Lembramos que as inscrições para ouvintes ainda estão abertas, participe!!!
Também ressaltamos que os ouvintes devem preencher a FICHA DE INSCRIÇÃO (deverá ser encaminhada para o email pghis@upf.br) e os DADOS PARA IMPRESSÃO DO BOLETO (cadastro via internet).

segunda-feira, 9 de novembro de 2009

Curso de História no Cecy








Hoje, atividades promovidas pelos professores Ironita Machado, Gizele Zanotto e Alessandro Batistella do curso de História foram realizadas no Instituto Estadual Cecy Leite Costa (CECY). A iniciativa, além de divulgar o curso e promover a aproximação com os estudantes do ensino médio, foi promover discussões acerca do novo ENEM e Patrimônio Histórico.

A prof. Ironita apresentou a proposta e, como coordenadora do curso, trouxe informações sobre o mesmo para os alunos presentes. Aspectos da contemporaneidade na proposta do novo ENEM foi o tema tratado pela profa. Gizele, enfatizando as mudanças da availação do ENEM 2009 em questões de história contemporânea. Já o prof. Alessandro tratou da importância da articulação de discussões sobre o Patrimônio Histórico e a construção da identidade.

Agradecemos a receptividade dos alunos e da direção da escola e esperamos novos projetos conjuntos para o futuro!

domingo, 8 de novembro de 2009

Licenciatura em História - Venha fazer Historia!

O Licenciado em História, ou Historiador, é o profissional que exerce o ofício de professor de História, sem abdicar, no entanto, do seu papel de pesquisador: leciona as disciplinas históricas na Educação Básica (Ensino Fundamental e Médio), nas suas diversas modalidades (Educação de Jovens e Adultos, Educação Profissional, Educação Especial e Educação a Distância). Realiza pesquisas e investigações na área do ensino e aprendizagem histórica. (MEC)

O Curso de Licenciatura em História da Universidade de Passo Fundo oportuniza atividades de ensino, pesquisa e extensão, nas diversas dimensões da formação profissional, favorecendo a constituição de liderança pedagógica e autonomia intelectual.


Professora–estagiária na Escola Municipal de Ensino Fundamental São Luiz Gonzaga - 8ª série/2005






Seminário: Para não dizer que não falei das flores – 40 Anos do "Golpe" de 1964: 2005





Festa de confraternização dos acadêmicos do Curso de Historia - 2004
Associação dos Professores da UPF





Acadêmica do Curso de Licenciatura em História e alunos do Ensino Fundamental em espaço museológico, durante o estágio supervisionado. 2004





"Ensinar exige segurança, competência profissional e generosidade; ensinar exige compreender que educação é uma forma de intervenção no mundo" Estágio supervisionado – Curso de História 2005.

sábado, 7 de novembro de 2009

Prof. Eduardo Svartman lança nova publicação

DEFESA, SEGURANÇA INTERNACIONAL E FORÇAS ARMADAS -- II ENCONTRO DA ABED
Eduardo Svartman, Maria Celina d’Araujo, Samuel Alves Soares (Orgs.)

Esta coletânea de textos apresentados no II Encontro Nacional da Associação Brasileira de Estudos de Defesa (ABED) é uma pequena, porém qualificada, amostra do que vem sendo pesquisado no Brasil sobre Forças Armadas, temas estratégicos e defesa.
O livro reúne trabalhos originais de profissionais de diferentes áreas do conhecimento que abordam, por ângulos distintos, temas variados envolvendo as relações internacionais do Brasil, com destaque no Haiti, as grandes questões estratégicas relativos a indústria de defesa, Amazônia e segurança internacional, as teorias sobre guerra e os novos temas ligados a memória, cultura, socialização e relações de gênero no meio militar.
A variedade temática reflete o amadurecimento dos estudos nesse campo de conhecimento e o caráter integrador e articulador da ABED.

sexta-feira, 6 de novembro de 2009

Exposição pedagógica Sítio Arqueológico São Miguel Arcanjo

A exposição pedagógica Sítio Arqueológico São Miguel Arcanjo continua aberta à visitação pública no Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH) da UPF. A exposição trata da ocupação do espaço através de mapas, desenhos, fotografias e textos explicativos sobre o plano arquitetônico e as atividades organizadas na redução. Os aspectos estruturais e seus desdobramentos internos estão destacados na exposição, que, entre outros objetivos, pretende que o público compreenda a organização do espaço e o modo de vida missioneiro. A visitação é gratuita e pode acontecer nos três turnos de funcionamento do Instituto.
Escolas podem agendar a visitação pelo telefone (54) 3316-8330.

quinta-feira, 5 de novembro de 2009

Conheça um pouco mais do Curso de História

Para visualizar em tamanho maior, clique na imagem.

É hoje, Ciclo de Cinema!!!


É hoje!!! O Ciclo de Cinema II faz sua quarta projeção neste semestre com a discussão sobre a película Lamarca - (detalhes da produção e trailler na postagem abaixo)

A projeção acontecerá no Auditório da Biblioteca, a partir das 19:20 horas, com debate coordenado pelo professor Mario Maestri.

PARTICIPE!!!

"Ousar lutar, ousar vencer" Carlos Lamarca

terça-feira, 3 de novembro de 2009

Feira do Livro de Passo Fundo



VALORIZE A CULTURA, PARTICIPE!

Último dia para inscrever trabalhos no III Seminário de História Regional


Hoje serão encerradas as inscrições de trabalhos no III Seminário de História Regional. Não perca o prazo!!!

Ouvintes poderão se inscrever até a data do evento - 12 de novembro.

ATENÇÃO: Ressaltamos que comunicadores e ouvintes devem preencher a FICHA DE INSCRIÇÃO (deverá ser encaminhada para o email pghis@upf.br) e os DADOS PARA IMPRESSÃO DO BOLETO (cadastro via internet).